Instrumentais do SUAS com mais eficiência

Instrumentais do SUAS com mais eficiência

Tempo de leitura: 5 minutos

A instrumentalidade é compreendida como forma de objetivação da intencionalidade dos profissionais na produção de respostas (GUERRA, 2007). Por intermédio do desenvolvimento de instrumentais, os profissionais constroem meios de transformar e modificar a realidade diante deles na busca por respostas e superação de demandas sociais.

Neste texto, não irei aprofundar a questão da instrumentalidade profissional em toda a sua amplitude. Mas, sim, dar sentido a alguns aspectos práticos e apresentar ferramentas de potencialização do trabalho dos profissionais do SUAS.

Fique comigo para conhecermos estas estratégias!

Os instrumentos de trabalho no SUAS

O acompanhamento familiar, atendimento socioassistencial, desenvolvimento de grupos de trabalho e reflexivos, o encaminhamento de demandas, a concessão de benefícios eventuais, e outras muitas formas de atenção e atendimento prestadas pela Política de Assistência Social possuem como fator comum a necessidade de registros e produções de documentos. Estes têm a função de manter um histórico da relação das famílias com os serviços, bem como dar materialidade ao trabalho desenvolvido, conservando dados importantes para o estudo das intervenções e demandas.

Estes documentos são sempre construídos à partir dos objetivos estabelecidos para cada serviço tipificado, sendo também importantes mecanismos de gestão. Nesse sentido, a própria Secretaria Nacional de Assistência Social, ao longo dos anos, vem produzindo materiais orientadores para subsidiar o correto direcionamento do que se pretende registrar.

Alguns destes materiais podem ser citados, como os cadernos de orientações técnicas, o Prontuário SUAS para CRAS, CREAS e Centro POP, o modelo de Plano Individual de Atendimento dos Serviços de Acolhimento para Crianças e adolescentes, e também o Prontuário SUAS para este mesmo serviço. Estes instrumentos somam-se a inúmeros outros necessários para o trabalho das equipes do SUAS.

Aqui mesmo, no Blog do GESUAS, você já deve ter se deparado com alguns modelos de instrumentos que auxiliam, por exemplo, na elaboração de um encaminhamento ou a concessão de benefício eventual. Todos estes com o intuito de auxiliar profissionais na execução diária do trabalho.

Veja nosso arquivo de Materiais para download

Desafios do dia a dia

Algo que encontrei em muitos municípios onde estive com profissionais do SUAS foi perceber o quanto instrumentos de registro são desafiadores para alguns. Muitas vezes, um registro de prontuário passa batido por uma escolha de intervenção, dada a quantidade de demanda que os serviços atendem diariamente.

Antes,  é preciso esclarecer: o registro de informações não é algo opcional. Ele é uma das responsabilidades dos profissionais contratados. O que mais escuto dos técnicos que optam não fazê-lo vem da desorganização dos processos de trabalho ou da priorização de outras responsabilidades. Isto é muito sério e precisa ser visto com cuidado.

Um simples formulário de encaminhamento é substituído por uma fala verbal ou a concessão de um benefício eventual, por um atendimento assistencialista de um pedido de uma “família carente”. Encorajo você, trabalhador do SUAS, a estar sempre atento à essa realidade.

Nesta situação, conheci também alguns caminhos que profissionais encontraram para que esta preocupante realidade não se perpetue. Para tanto, no próximo tópico farei uma análise de que forma um sistema de registros online pode auxiliar na mudança deste cenário.

prontuário SUAS online

Instrumentais no GESUAS

O GESUAS, utilizado hoje por cidades em todas as regiões do país, representou para estas uma redução significativa no trabalho de contabilização de dados e a unificação de todos os instrumentos de registro em um só sistema. Porém também foi responsável por reduzir o tempo gasto no registro de informações em geral.

Um dos exemplos é o elaboração de um encaminhamento. Quando comecei a atuar no SUAS, em 2009, sonhava em ter um formulário onde não precisasse reescrever certos trechos toda vez. Desejava focar apenas nas partes que realmente qualificassem o encaminhamento, como o destino do encaminhamento e a demanda apresentada.

Anos depois vim a descobrir que com um sistema de registro das informações do SUAS isso é possível. Observe como é o preenchimento de um encaminhamento no GESUAS:

Exemplo de um formulário de encaminhamento no GESUAS. Um dos instrumentais do SUAS que o sistema facilita para o técnico.

Exatamente os campos que citei. Os profissionais que hoje usam o GESUAS apenas informam dados básicos de um encaminhamento e podem em seguida, clicando em OK, gerar o formulário completo, como no exemplo a seguir:

Como fica o formulário de encaminhamento gerado pelo GESUAS após o preenchimento. O Encaminhamento no SUAS é um dos intrumentais do SUAS que o GESUAS simplifica para o técnico.

Observe que no formulário a se preencher o técnico coloca apenas as informações mais importantes.  As mais simples, que já se encontram no banco de dados do GESUAS, são preenchidas automaticamente. Assim, o sistema, ao final, gera este formulário completo com todos os dados necessários para o correto encaminhamento. Não é incrível?

Conclusão

O exemplo acima se baseou no procedimento de encaminhamento, mas o mesmo ocorre com diversos outros instrumentais. Como, por exemplo, na concessão de benefícios eventuais, na gestão de frequência de grupos, sem falar no prontuário SUAS e seu uso completo, com todos os dados do acompanhamento familiar.

O objetivo dessas funcionalidades é evitar que o técnico se dedique em excesso a tarefas repetitivas, dando mais tempo para se empenhar integralmente a pensar e registrar intervenções.

Dessa forma, espero que tenha sido capaz de ressaltar a importância dos registros no seu dia a dia. Não só por se tratar de uma política pública, que exige a prestação de contas, como por ser uma atribuição inerente ao trabalho no SUAS. Utilizando estas estratégias ou com ferramentas como o GESUAS sua equipe terá uma melhor gestão do tempo e irá contribuir no aperfeiçoamento e ampliação dos atendimentos efetuados.

Caso tenha ficado curiosa(o) sobre o GESUAS, veja mais funcionalidades do sistema e que podem otimizar o trabalho da sua rede socioassistencial!

software para CRAS CREAS - GESUAS

Leia também

Referências

  • Gesuas.com.br
  • GUERRA, Yolanda. A instrumentalidade do Serviços Social. 5ª Edição, São Paulo: Cortêz, 2007


Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.